Arquivos

Susan Boyle: que voz!

Passeando pela internet me deparei com o vídeo abaixo.
Achei que fosse apenas mais uma apresentação do Britsh Got Talent, e resolvi assistir para dar um pouco de risada. A sehoria parecia ser daquelas que da um vexaaaaaame…

Mas que surpresa!!! Ela me levou às lágrimas!!!! Toca lá no fundo…
E fez o Simon sorrir!!! Ah!!!!!

Que linda surpresa… Tem gente por aí falando “julgamos pela capa” e tals, mas o histórico que condena… Quem diria que uma senhorinha escocesa que chega rebolando e fazendo gracinhas cantaria bem?

Damien Rice – 9 Crimes

Neste fim de semana assisti Shrek Terceiro e fiquei com uma música na cabeça. É a que toca quando o Príncipe Artie deixa o castelo de Tão Tão Distante achando que fora usado por Shrek. A música é muito linda! Eu percebi de cara que era o Damian Rice cantando… Mas foi difícil achar o nome na net!

O nome dela é “9 Crimes”, é um dueto com “Lisa”.  A partir do nome achei até o clip no youtube. Está como link pois não to mais conseguindo postar vídeos aqui… 😦

Aparentemente não tem ligação “oficial” com o filme (ou estou errada?). De qualquer forma, como demorei para encontrar, resolvi postar aqui, com a letra, para quem mais estiver procurando.

Damien Rice – 9 Crimes
leave me out with the waste this is not what i do
it’s the wrong kind of place to be thinking of you
it’s the wrong time for somebody new
it’s a small crime and i got no excuse
and is that alright yeah?
i give my gun away when it’s loaded
is that alright yeah?
if you don’t shoot it how am i supposed to hold it?
is that alright yeah?
i give my gun away when it’s loaded
is that alright yeah, with you?
leave me out with the waste this is not what i do
it’s the wrong kind of place to be cheating on you
it’s the wrong time she’s pulling me through
it’s a small crime and i got no excuse
and is that alright yeah?
if i give my gun away when it’s loaded
is that alright yeah?
if you don’t shoot it how am i supposed to hold it?
is that alright yeah?
i give my gun away when it’s loaded
is that alright?
is that alright with you?
is that alright yeah?
if i give my gun away when it’s loaded
is that alright yeah?
if you don’t shoot it how am i supposed to hold it?
is that alright yeah?
i give my gun away when it’s loaded
is that alright
is that alright with you
and is that alright yeah?
is that alright
is that alright
is that alright with you?
no?

Dica de filme: “O som do coração”

O som do coração

o som do coracao

o som do coração

A história do filme “O som do coração” possui uma leveza e sensibilidade que enche os corações e ouvidos.
Conta a história de um garoto órfão (COM ACENTOOOO EU ME RECUSO!) que ouve a música da vida, e resolve fazer música, para que seus pais o encontrem.

Um bom pedaço do filme não tem diálogo, apenas música, e é bem isso que vai nas profundezas de nossa alma e invade cada célula de nosso coração. O filme é ótimo, e não tem pretensão nenhuma de mudar a sua vida ou discutir alguma visão política atual. É pura poesia e encanto.

Recomendo fortemente que o assista, não com um lenço no bolso, mas com uma toalha felpuda nas mãos.

Ah, ele está em cartaz no telecine e conta com a participação de Robin Williams em um papel dramático – ele é bárbaro!

Notes:

– Yahoo cinema http://br.cinema.yahoo.com/filme/14947

Telecine:

  • O filme conta a história fantástica de August Rush, um menino que se apresenta nas ruas e que possui um dom musical surpreendente, só que o seu maior sonho é encontrar seus pais, que o abandonaram ainda bebê em um orfanato. Adaptação do livro da diretora do filme Kirsten Sheridan.
  • A trilha sonora é um dos destaques do filme. Dois anos antes da produção, os cineastas começaram a procurar materiais originais que os ajudariam a contar a história. O resultado foi uma trilha eclética, dinâmica e com mais de 40 peças de música contendo uma série de escalas desde um solo de gaita até uma orquestra sinfônica completa. Quem assina este trabalho é o ganhador do Prêmio Grammy, Mark Mancina. A produção recebeu uma indicação ao Oscar de canção original pela música “Raise It Up”.
  • O violonista brasileiro Heitor Pereira compôs a música que Highmore e Meyers tocam juntos no parque. O nome da canção é “Dueling Guitars”, tocada por Pereira e Doug Smith e produzida por Mark Mancina.

José Mirosmar de Camargo Luciano

O que terá feito a este cidadão José Miosmar de Camargo Luciano, para que ele lhe confira tanto apreço? Comovente, é o amoooooor!

Bem, eu sei que o Zezé é o Mirosmar de Camargo… Mas não sabia que era Luciano também… hehehe

Será que este indivíduo também é filho de Francisco? 8) Dizem ser o novo Jeremias do Youtube…

Tocando em Frente

Tocando em Frente

Almir Sater

Composição: Almir Sater e Renato Teixeira

Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei
Eu nada sei

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou
Estrada eu sou

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia todo mundo chora,
Um dia a gente chega, e no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir

Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história,
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

estrada

Perhaps Love

John Denver & Placido Domingo

Perhaps love is like a resting place, a shelter from the storm
It exists to give you comfort, it is there to keep you warm
And in those times of trouble when you are most alone
The memory of love will bring you home

Perhaps love is like a window, perhaps an open door
It invites you to come closer, it wants to show you more
And even if you lose yourself and don’t know what to do
The memory of love will see you through

Oh love to some is like a cloud, to some as strong as steel
For some a way of living, for some a way to feel
And some say love is holding on and some say letting go
And some say love is everything, and some say they don’t know

Perhaps love is like the ocean, full of conflict, full of pain
Like a fire when it’s cold outside, thunder when it rains
If I should live forever, and all my dreams come true
My memories of love will be of you

Some say love is holding on and some say letting go
And some say love is everything and some say they don’t know

Perhaps love is like the ocean, full of conflict, full of pain
Like a fire when it’s cold outside, thunder when it rains
If i should live forever, and all my dreams come true
My memories of love will be of you

Vivendo esta ilusão meus sonhos não têm fim!

Add to Technorati Favorites

Várias pessoas aparecem por aqui procurando a letra da abertura do desenho “A pedra dos sonhos”. Postei algo sobre ela aqui.

Vou parar de decepcioná-los! Abaixo, a letra na íntegra, e como aqui a gente faz serviço completo, acompanhe o vídeo da abertura. Pode chorar… nostalgia só faz bem.

Filosofando um pouco, acho que a grande mensagem que o desenho me passou é que devemos sempre sonhar, alimentar nossas ilusões, nossos deveneios… Não importa o quão dura seja a vida… Em nossos sonhos ela é como queremos… Pra quem não sabe, A Pedra dos Sonhos (do original The Dream Stone, em ingles) foi uma série animada exibida no Reino Unido na ITV entre 1990 e 1995. Aqui no Brasil foi exibido pela TV Cultura.

Tema
Eu durmo e sonho que… Posso voar
Tão colorido é esse meu outro lugar
Em branco e preto eu não gosto de viver
Eu quero o mundo colorido ver

Viver sem sonhar
Eu já não consigo imaginar
Como seria a vida
Para mim…

A Lua lá no céu
É uma ilusão muito bonita
Vivendo essa ilusão meus sonhos não têm fim