Arquivo de Tag | café

8 motivos para usar uma moka

moka

Novamente googando por aí, achei um site muito interessante, o Mude o Mundo, com matérias, idéias e notícias em prol de um mundo auto-sustentável. Mais atual impossível.

Percorrendo o site deparei me com uma matéria que tocou-me em especial: usar cafeteira italiana contribui para um mundo auto-sustentável 🙂

Eu A.D.O.R.O a minha, ganhei meses atrás da mãe do meu namorado, uma fofa. Além de o café ficar uma delícia (melhor que qualquer café de máquina…), a forma como ela funciona é uma diversão!

Leia a matéria abaixo, retirada de “Mude o Mundo”, e junte-se a mim na campanha “Use MOKA, economize recursos!” 😉

Criada em 1933 pelo italiano Alfonso Bialetti, a cafeteira italiana, ou “Moka”, é uma dessas invenções que nunca sai de moda. Presente em mais de 200 milhões de lares, a tradicional cafeteira apresenta diversas vantagens se comparada com as modernas cafeteiras elétricas:

  1. Não utilizam filtros de papel, o que significa menos resíduos (e menos fabricação, embalagem e transporte de um agregado desnecessário);
  2. São feitas quase inteiramente de alumínio, material altamente reciclável;
  3. Sua técnica utiliza pressão, imitando o funcionamento de uma máquina de expresso, e com isso consegue um café mais encorpado e aromático usando menos pó;
  4. Vão direto ao fogão, sem consumo de energia elétrica;
  5. Seu design simples e robusto – ao total são somente 9 componentes – garante a durabilidade e uma cadeia produtiva mais eficiente (menos cabos, menos componentes elétricos, menos botões. E a ausência de vidro é garantia de menos embalagem de proteção durante o transporte);
  6. Pode durar toda uma vida, considerando a troca esporádica do selo interno de borracha;
  7. Os diversos tamanhos disponíveis permitem que você escolha o mais adequado às suas necessidades ou estilo de vida;
  8. É um produto que dificilmente ficará obsoleto (diferentemente de algumas cafeteiras que são verdadeiros “gadgets”)., prova disso é que seu design se mantém praticamente intacto desde a concepção em 1933.

É claro que mudar a forma como se faz o café pode ser uma atitude pequena, mas é através dessas pequenas ações individuais que se cria consciência de coisas maiores a fazer.

Anúncios