Arquivo de Tag | musica

Madonna, chuva e imprensa no Brasil

Madonna

Madonna

Eu queria muuuuuuito ir ao show da Madonna em Sampa… Especialmente na quinta, meu niver, já pensou que máximo??

Mas o que me trouxe aqui foi algo hilário que li no estadão hoje… Eu tava procurando notícias sobre os shows do Rio e me deparei com o excerto abaixo. Tipo, é a caaaaaaaaaaara da Globo maquiar tudo e fazer o mundo (dela) parecer perfeito…

Leia a matéria na íntegra aqui.

É curioso como a mídia (a televisiva principalmente) tentou tapar a chuva com a peneira, minimizando os transtornos que ela provocou, no primeiro show, para quem ficou mais de duas horas tomando banho sem parar. Os sorridentes âncoras dos telejornais disseram que a chuva “não chegou a atrapalhar” a estréia da popstar no Maracanã. Queria ver se diriam o mesmo se estivessem encharcados no gramado. O pé-d’água atrapalhou sim, e muito. Tanto é que a cantora escorregou e caiu duas vezes, teve de cantar debaixo de guarda-chuva e várias vezes assistentes de palco interferiam na cena puxando com rodo a água que se acumulava na passarela.

Imagine a cena, o povão se afogando e o repórter sequinho falando… PIOR AINDA!!! Os caras passando o RODO no palco e o repórter sorrindo “Nem notamos que estáva chovendo!” hehehe

Eita mundo weird.

Dica de filme: “O som do coração”

O som do coração

o som do coracao

o som do coração

A história do filme “O som do coração” possui uma leveza e sensibilidade que enche os corações e ouvidos.
Conta a história de um garoto órfão (COM ACENTOOOO EU ME RECUSO!) que ouve a música da vida, e resolve fazer música, para que seus pais o encontrem.

Um bom pedaço do filme não tem diálogo, apenas música, e é bem isso que vai nas profundezas de nossa alma e invade cada célula de nosso coração. O filme é ótimo, e não tem pretensão nenhuma de mudar a sua vida ou discutir alguma visão política atual. É pura poesia e encanto.

Recomendo fortemente que o assista, não com um lenço no bolso, mas com uma toalha felpuda nas mãos.

Ah, ele está em cartaz no telecine e conta com a participação de Robin Williams em um papel dramático – ele é bárbaro!

Notes:

– Yahoo cinema http://br.cinema.yahoo.com/filme/14947

Telecine:

  • O filme conta a história fantástica de August Rush, um menino que se apresenta nas ruas e que possui um dom musical surpreendente, só que o seu maior sonho é encontrar seus pais, que o abandonaram ainda bebê em um orfanato. Adaptação do livro da diretora do filme Kirsten Sheridan.
  • A trilha sonora é um dos destaques do filme. Dois anos antes da produção, os cineastas começaram a procurar materiais originais que os ajudariam a contar a história. O resultado foi uma trilha eclética, dinâmica e com mais de 40 peças de música contendo uma série de escalas desde um solo de gaita até uma orquestra sinfônica completa. Quem assina este trabalho é o ganhador do Prêmio Grammy, Mark Mancina. A produção recebeu uma indicação ao Oscar de canção original pela música “Raise It Up”.
  • O violonista brasileiro Heitor Pereira compôs a música que Highmore e Meyers tocam juntos no parque. O nome da canção é “Dueling Guitars”, tocada por Pereira e Doug Smith e produzida por Mark Mancina.

Minha infância foi há tempos!

Para quem teve infância há muuuuuito tempo:

José Mirosmar de Camargo Luciano

O que terá feito a este cidadão José Miosmar de Camargo Luciano, para que ele lhe confira tanto apreço? Comovente, é o amoooooor!

Bem, eu sei que o Zezé é o Mirosmar de Camargo… Mas não sabia que era Luciano também… hehehe

Será que este indivíduo também é filho de Francisco? 8) Dizem ser o novo Jeremias do Youtube…

Tocando em Frente

Tocando em Frente

Almir Sater

Composição: Almir Sater e Renato Teixeira

Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei
Eu nada sei

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou
Estrada eu sou

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia todo mundo chora,
Um dia a gente chega, e no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir

Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história,
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

estrada